ESCOLA NORDESTE > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUES > RICARDO ZARATTINI FOI 'EXEMPLO DE FORÇA', AFIRMA LULA. VAGNER FREITAS DIZ QUE ELE FOI "O NOSSO CHÊ".

Ricardo Zarattini foi 'exemplo de força', afirma Lula. Vagner Freitas diz que ele foi "o nosso Chê".

16/10/2017

Ex-deputado federal e histórico militante progressista, Ricardo Zarattini morreu na tarde deste domingo (15), aos 82 anos. Ele estava internado há dez dias no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo.

Escrito por: Redação RBA e CUT Brasil

“Ricardo Zarattini foi um amigo, um companheiro e um exemplo de força e perseverança em uma vida dedicada às causas sociais e à luta por um Brasil mais justo e solidário”, afirmou no início da noite deste domingo (15), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao receber a notícia da morte do ex-militante político do PT e ex-deputado federal.

O presidente da CUT, Vagner Freitas, em postagem nas redes sociais, chamou Zarattini de "o nosso Chê" e declarou: "Triste notícia. Ricardo Zarattini nos deixou. Um intelectual e um soldado. O nosso Chê, um homem de luta e de família, um exemplo. O que o movia? O amor pelo Brasil e pela democracia. Democracia como uma forma de fazer os mais pobres chegarem aos melhores lugares. Eu mando minhas homenagens a este herói e à sua família, a este lutador que a repressão e a perseguição não conseguiram demover. Ricardo Zarattini, presente!".

Vagner Freitas reproduziu entrevista de Ricardo Zarattini concedida à Fundação Perseu Abramo em 2015 (veja abaixo), em que o ex-deputado denunciava o golpe então em curso contra a presidenta Dilma Rousseff e desvelava os interesses que na época os golpistas ainda escondiam, de entregar a Petrobrás e o Pré-Sal.


Ricardo Zarattini foi um dos 15 presos políticos que em 1969 foram trocados pela libertação do embaixador norte-americano Charles Elbrick. Zarattini tinha 82 anos e estava internado há dez dias no Hospital Sírio-Libanês, informou a Folha de S.Paulo. Ele sofria de câncer na medula óssea.

O corpo de Zarattini será velado até às 15 horas desta segunda-feira (16/10), no Cemitério São Paulo, no bairro de Pinheiros, na capital paulista.

Filho do ex-militante progressista, o deputado Carlos Zarattini escreveu um texto de homenagem ao pai em sua página no Facebook em que relata que ele “entendia profundamente a gravidade do momento do alto da experiência de quase 70 anos de militância pela soberania nacional, participou ativamente como dirigente estudantil da Campanha 'O Petróleo é Nosso', militou por um país mais justo e pela democracia. Preso pela ditadura militar foi banido e viveu em Cuba. De volta ao Brasil, se envolveu na luta pela reconquista da democracia e pela anistia. Foi dirigente do Partido Comunista Brasileiro e do MR-8, na década de 80 filia-se ao PT”.

“Zarattini foi deputado federal durante o primeiro governo Lula. Deixa os filhos, Carlos Alberto Zarattini, deputado federal pelo PT, e Mônica Zarattini, fotógrafa, além de três netas e uma legião enorme de companheiros e companheiras que compartilharam de seus ensinamentos, de sua experiência e de sua eterna juventude para com energia lutar por um Brasil soberano e justo para a maioria do seu povo", declarou o vereador de São Paulo Antonio Donato.

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

TV CUT
Tutorial: Saiba como participar da campanha pela anulação da Reforma Trabalhista
Tutorial: Saiba como participar da campanha pela anulação da Reforma Trabalhista

#AnulaReforma

RÁDIO CUT
banner lat 20 ano FACEBOOK TWITTER

Escola de Formação Nordeste